1.4.15

Da repulsa

A repulsa, o nojo, a náusea,
essa dose cavalar
de soberba que lhe causa
e acentua o mal-estar

sempre que alguém se amotina
e refuta a austeridade,
essa aversão genuína
duma enorme vacuidade,

visto o papel da receita
para os males disto tudo,
sem cuidar que a maleita
é mais funda e, sobretudo,

tem as raízes no alto 
do poder em sobressalto,
a repulsa, o nojo, o asco
não passarão dum fiasco?

Domingos da Mota

[inédito]

Sem comentários:

Enviar um comentário