2.9.15

Lembrança

Se depois de passada a vida a limpo,
com sabão ou lixívia ou aguarrás,
eliminando as nódoas do garimpo
ou doutros veios sujos, for capaz
de atingir claramente o desapego,
ainda que o presente e o passado
possam acumular desassossego
perante o ambiente ameaçado;
se depois duma vida que decorre
até que chegue ao fim e que pereça
o sopro reduzido, pois quem morre
não deixa que o fôlego aconteça;
se depois disto tudo houver lembrança,
que tenha com a vida semelhança.

Domingos da Mota


[inédito]

Sem comentários:

Enviar um comentário