23.5.16

Negrume

Caiem sombras pesadas sobre os olhos
quando as luzes se apagam todas, todas
(o que afecta a visão são os antolhos
e os escolhos realçam muito as sombras);
um manto de negrume cujo medo
penetra e fere fundo como faca
e duro corta os pulsos ao enredo
para ver se o degredo morre ou mata.
Não há luzes que impeçam a cegueira
de te ver a meu lado, tão distante;
se o que resta no fundo fica à beira
de atingir a mudez angustiante,
que dizer do silêncio sem costura
que se estende e prolonga e dói e dura?

Domingos da Mota

[revisto]

Sem comentários:

Enviar um comentário