10.1.17

Eis o que sói dizer-se

                                            (a M.S.)


Se para alguns foi um santo
e para outros um diabo,
não ousarei dizer tanto
nem toldarei o passado;
mas um homem de mão cheia
de virtudes e defeitos
cuja vida foi a preia-
mar de luta por conceitos,
que exerceu o dom de ser
odiado ou amado
por amigos a valer
ou inimigos em estado
de nojo, eis o que sói
dizer-se de quem se foi.

Domingos da Mota

[revisto]

Sem comentários:

Enviar um comentário