20.3.17

Equinócio da Primavera

Fosse o sol da Primavera
que viesse celebrar
(e não a chuva, quem dera,
e não o vento a cortar)

que iluminasse este dia
depois da penosa espera
atribulada e sombria,
fosse a luz da Primavera;

fossem melros e pardais
e andorinhas em bandos,
e não estes surreais
avejões, com ditirambos

que decantam o Inverno
permanente, quase eterno.

Domingos da Mota

[revisto]

Sem comentários:

Enviar um comentário