10.7.13

Irrevogável questão

Dado o dito por não dito
(irrevogável questão),
que pensar do sobredito
e do seu golpe de mão?
E do coro inaudito
que perante a podridão
do cadáver esquisito,
faz do dito a solução?
Que pensar de gente assim 
e da sua hipocrisia,
e de quem assim-assim
aguenta a vilania
dum embuste surreal,
em nome de Portugal?

Domingos da Mota

[inédito]

Sem comentários:

Enviar um comentário