27/10/2016

CARTA A ADONIS, POETA SÍRIO-LIBANÊS

5.

Querido Adonis, trouxeram-me um retrato
              teu, pescado na Internet.
Não há um corte --
entre a tua poesia e o que promete
              a tua imagem é palavra cortada
à feição, como a fruta
              que incita ao roubo.
Um borrifo de Deus  --
               e o mais desassombro.

António Cabrita

Combate de Flautas, &etc, Lisboa, Setembro de 2003

Sem comentários:

Enviar um comentário