18/02/2013

Para tambor e voz

Viola violeta violenta violada,
óbvia vertigem caos tão claro,
claustro.
Lápides quentes sobre restos podres,
um resto de café na xícara e mosca.

Adélia Prado

Poesia reunida, 9.º edição, Editora Siciliano, São Paulo, 1999

Sem comentários:

Enviar um comentário