28/01/2018

ELOGIO DA MAÇÃ

Elogias a maçã,
a textura, o perfume, a cor.
Prevejo um sentido para a solidão das coisas,
escrevi, há uns anos, assim, sem pensar.
Agora as mesmas palavras ganham significados terríveis,
verdadeiros.

Luís Filipe Parrado

NERVO/1 colectivo de poesia, Janeiro/Abril 2018, Editora Maria F. Roldão

Sem comentários:

Enviar um comentário