01/01/2012

A MOEDA DO TEMPO

Distraí-me e já tu ali não estavas
vendeste ao tempo a glória do início
e na mão recebeste a moeda fria
com que o tempo pagou a tua entrada

Gastão Cruz

A MOEDA DO TEMPO, Assírio & Alvim, Outubro 2006

Sem comentários:

Enviar um comentário