03/02/2012

CAL

A cal,
o amor
guardado para os mortos,
dissolvente  perfeito
da tua solidão
descarnada
em meu peito,
a cal,
o coração.

Carlos de Oliveira

SOBRE O LADO ESQUERDO, Publicações Dom Quixote, Lisboa, Maio de 1960

1 comentário: