26/10/2012

Sozinho em casa, com a tarde a anoitecer
entram-me na ensonada, enfermiça audição
os desvairados sons da cidade -
sirenes diversas em tumultos distantes.

Sirenes diversas
confusas
vagas, no rodopio das suas aflições indefinidas,
a percorrer as distâncias, as chuvosas curvas abertas
das cinturas internas.

As curvas abertas, distantes,
da cidade que anoitece.

Daniel Maia-Pinto Rodrigues

A Casa da Meia Distância, Mariposa Azual, Lisboa, Janeiro 2010

Sem comentários:

Enviar um comentário