09/01/2017

[Álvaro de Campos]

(...)

Álvaro de Campos
o nome soava a qualquer coisa
e deu bastante que falar nos escritórios
e nas salas de jantar

o namorado duma aluna
um daqueles rapazes
a quem se vislumbra futuro
e até já tinha colaborado 
numa revista
afirmou que se tratava dum poeta
que não era dos mais falados
que estava ainda noutra onda
que não tinha nada que ver
com as mais recentes linhas poéticas
que se passavam todas
nas imediações da casa
bar rua transportes engates
actos quotidianos
que não se davam a fitas
de olhar para a lua
pois sabendo procurar
poesia há em todo o lado
até ou mais ainda no caixote do lixo
problema é a falta de vocações
e riu-se
depois explicou ao amigo
que foi numa jogada dessas
que conheceu a namorada

(...)

Alberto Pimenta

al Face-book, Editora 7 Nós, Porto, 2012

Sem comentários:

Enviar um comentário